sexta-feira, 20 de março de 2015

O BREGÃO LOTAÇÃO ESTÁ DE VOLTA NESTE SÁBADO 21, NO BAR DO TETEU EM FELIPE GUERRA





O Melhor Programa Brega Ao Vivo De Volta Direto Do BAR DO TETEU, Na Avenida Mira Selva, Em Felipe Guerra.
Transmissão Ao Vivo Da Rádio Vale Do Apodi AM, Frequência 1030 KHZ.
Todos Os Bregueiros e Bregueiras De Felipe Guerra, Apodi e Toda Região São Os Nossos Convidados.

Organização: Teteu
1º ENCONTRO DE PREFEITOS E VEREADORES CONTA COM POLÍTICOS DO RN E MINISTRO DAS CIDADES 




Mais de mil pessoas estiveram presentes na tarde de hoje (20), na Escola do Governo, para o 1º Encontro de Prefeitos e Vereadores do RN. O evento contou com as participações das Federações dos Municípios do Estado (Femurn) e das Câmaras dos Vereadores do RN (Fecam), de representantes da Assembleia Legislativa,do Ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD) e do governador Robinson Faria (PSD).
A reforma política foi um dos assuntos discutidos pelos participantes no encontro. Para o presidente da Fecam e da Câmara de Vereadores de Mossoró, Jório Nogueira (PSD), a reforma trará benefícios. “Nós temos um entendimento para que possa acabar com a eleição a cada dois anos. Femurn e Fecam em benefício do povo do Rio Grande do Norte. Vamos lutar por essa unificação da eleição”, disse Jório.
O governador Robinson Faria classificou a reforma política como uma necessidade e defende mudanças no processo eleitoral. “A reforma política é uma necessidade e já está atrasada há muitos anos. O Brasil está com práticas políticas vencidas, como por exemplo o voto distrital para o deputado poder dar conta somente da área que se elege, ou seja tornar o mandato mais legítimo. Acabar com esse coeficiente e eleger os mais votados. Ou seja, não tem sentido um deputado com cem mil votos não se eleger e se eleger um deputado com 800 votos”, argumentou.
O presidente da Femurn e prefeito de Mossoró, Francisco José Silveira Júnior, acredita que o encontro foi um momento único, com a presença de toda a classe política do RN e de um ministro e pretende aproveitar a ocasião para pleitear benefícios para o Estado. “Nós vamos debater com prefeitos e vereados e com a bancada no sentido de equalizar os recursos e trazer projetos para o Rio Grande do Norte de mobilidade e saneamento para que ele possa crescer”.
O ministro Gilberto Kassab em seu pronunciamento disse que pretende discutir como apoiar os municípios em ações de drenagem, esgotamento sanitário e saneamento. Gilberto Kassab anunciou também um convênio firmado entre governo, Caixa Econômica Federal e Ministério das Cidades para que toda a capital potiguar receba tratamento de esgoto. “Hoje o governador Robinson recebeu uma ordem de serviço do nosso ministério e da Caixa Econômica Federal que vai permitir à cidade do Natal passar de um tratamento de esgoto para 33% da sua população para 100% da população”, informou.
Na ocasião o ministro recebeu o título de cidadão norte-riograndense do presidente da assembleia, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PMDB). O título foi proposto pelo deputado Galeno Torquato (PSD) na assembleia legislativa. Gilberto Kassab  agradeceu a honraria e disse que foi o primeiro título de cidadão de estado que recebeu em sua história. “Quero registrar para vocês que é o primeiro título de cidadão de estado que recebo em minha vida e vocês sabem que o primeiro marca”.

FONTE: NoMinuto.com
GTO DE APODI PRENDE HOMICIDA CEARENSE FORAGIDO DA JUSTIÇA




A Polícia Militar da cidade de Apodi iniciou nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (20) no município uma operação na tentativa de prende elementos nocivos a sociedade, a Polícia Militar sobe o comando do Capitão PM Carvalho.
Segundo informações da Polícia Militar, Raimundo Barbosa Mesquita, de 36 anos, estava em uma das residências na comunidade de Poço de Tilon na zona Rural de Apodi que também fica próximo a cidade de Felipe Guerra/RN.
A Polícia, Raimundo informou que teria matado a sua esposa, Maria de Nazaré Sousa Ferreira de 34 anos, o crime teria acontecido no estado do Ceará na cidade de Aquiraz em Janeiro deste ano de 2015, depois de realizar todos os procedimentos foi constatado que teria um mandato de prisão em aberto contra a sua pessoa.
Raimundo Barbosa homicida deverá ser encaminhado para o estado do Ceará, onde ficará a disposição da justiça daquele estado.
A MELHOR FESTA DE DOMINGO DE PÁSCOA ACONTECE NO BALNEÁRIO BEIRA RIO EM FELIPE GUERRA





Senhas Antecipadas em Monaliza Modas com Alcineide.

terça-feira, 17 de março de 2015

PREFEITURA DE MARTINS/RN REALIZARÁ CONCURSO PÚBLICO




A Prefeitura de Martins, através da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, está finalizando os estudos para contratação de empresa pública que realizará o concurso de provimento para cargo e empregos públicos da Prefeitura de Martins.
Em virtude dos altos custos apresentados pelas empresas públicas realizadoras dos certames ligados a universidades estaduais e federais, a prefeitura de Martins juntamente com mais nove municípios da região, reunidos em consórcio, envidarão esforços para que as provas ocorram no mesmo dia, com vistas à diminuição das despesas administrativas.
A empresa escolhida por todos os municípios foi à conceituada Comissão Permanente de Vestibular – COMPERVE, instituição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. É imprescindível lembrar-se da imparcialidade e seriedade com que a COMPERVE realizou inúmeros concursos de nível federal, estadual e municipal com transparência e lisura.
A Prefeita Olga Fernandes sancionou no dia 13 de março de 2015 projeto de lei nº 600/2015 que atualizou o quadro de pessoal do município, com vistas a adequar o regular funcionamento dos serviços públicos essenciais de acordo com as disponibilidades financeiras do executivo, observado os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF.
O número de vagas está sendo finalizado pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos, uma vez que a lei atualizou o quadro com a quantidade de servidores geral do município, sendo necessário retirar dos quantitativos os servidores já concursados que permanecem no quadro.
Pelas projeções iniciais serão oferecidas em torno de 100 (cem) vagas com salários que variam de R$ 788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) a R$ 6.000,00 (seis mil reais), para as mais diversas áreas de atuação do serviço público.

FONTE: blog ApoDiário
CRISE NA SAÚDE AFETA ATENDIMENTO NO H.R.T.M E HOSPITAL DA MULHER




Caos na saúde mantida pelo Estado em Mossoró. Não bastasse a situação dos pediatras e obstetras do Hospital da Mulher, que suspenderam suas atividades em consequência do não pagamento dos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado, bem como janeiro e fevereiro deste ano, a crise se acentuou domingo que passou (15): o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) registrou incêndio em consequência de pane no sistema elétrico devido às chuvas registradas na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. O quadro remeteu ao desespero de médicos, enfermeiros, pacientes e familiares, que se viram obrigados a transferir pacientes que estavam acomodados em leitos da unidade de terapia intensiva (UTI) por causa da interrupção do gerador.
Ontem, a direção emitiu uma nota de esclarecimento à sociedade e quis deixar entender que a culpa da pane elétrica e posterior incêndio tinha sido unicamente por causa das chuvas. É que, mesmo passado dois meses e 16 dias do novo governo, não se fez nenhuma melhoria no sistema elétrico do hospital. E, de acordo com o que foi passado pela direção, o problema maior do quadro vivenciado na unidade regional foi provocado por falhas estruturais, já que a chuva molhou a caixa externa que supre os aparelhos de ar-condicionado, e isso teria provocado o curto-circuito na instalação.
Com o fogo iniciado, a diretoria chamou o Corpo de Bombeiros e, para evitar problemas maiores, desligou o sistema elétrico de alguns setores do hospital, o que atingiu a UTI, sendo preciso que pacientes fossem transferidos para outros hospitais da cidade, como Centro de Oncologia de Mossoró e Hospital da Mulher.
Aliado a tudo isso, ainda se tem o fato de que o HRTM está infectado por bactérias que provocam infecção hospitalar. Como pacientes da UTI foram transferidos, estes só retornarão, conforme a direção, quando a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar concluir as atividades de desinfecção total da área.

ATRASO

Não bastasse a crise do Hospital Regional Tarcísio Maia, o Governo do Estado amarga outra situação delicada e que envolve o Hospital da Mulher: pediatras e obstetras suspenderam os atendimentos. 
Havia o compromisso do Estado em pagar o atraso, mas até ontem à tarde não se tinha informações relacionados ao repasse.
Com a suspensão dos atendimentos, seis recém-nascidos que estavam na unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) e unidade de cuidado intensivo neonatal convencional (UCINCO) foram transferidos à Casa de Saúde Dix-sept Rosado, em Mossoró, e ao Hospital Santa Catarina, em Natal. “Os serviços emergenciais estão suspensos no setor de pediatria. Os pediatras preferiram na sexta-feira da semana passada paralisar o setor e só voltarão mediante o pagamento por parte do Estado de seus vencimentos. Com isso, os pacientes estão sendo transferidos para outras unidades na cidade e no Estado”, disse Hugmara Fonseca, da diretoria do HM.
A questão é que não existe nenhum cronograma relacionado ao pagamento. Fala-se nos meses da atual administração, mas os profissionais querem receber os três meses do ano passado. Alega-se que o problema seria da gestão anterior. O repórter tentou conversar com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP), mas não obteve êxito.

FONTE: Edilson Damasceno - JORNAL DE FATO
RN CONTA COM 215 HOMENS DA FORÇA NACIONAL PARA ATUAR EM PRESÍDIOS 




O Rio Grande do Norte está com 215 militares da Força Nacional à disposição para buscar uma solução para a onda de rebeliões que atinge o sistema penitenciário potiguar. A atuação dos profissionais não foi detalhada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), que promoverá uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (18) na Escola do Governo com a presença da titular da Sesed, Kalina Leite e da secretária Nacional de Segurança Pública (Senasp), Regina Miki.
Os militares começaram a chegar durante a manhã, quando 79 homens desembarcaram na Base Aérea de Natal. Durante a tarde, grupos de 51 e 25 policiais chegaram em voos separados. Os outros 60 integrantes da Força Nacional chegaram de Maceió em 25 carros que serão usados no reforço da segurança do Rio Grande do Norte.
Está prevista para esta quarta-feira (18) a chegada de 36 policiais rodoviários federais do efetivo de estados nordestinos para reforçar a segurança nas rodovias federais da Grande Natal e de Mossoró, na região Oeste potiguar.
Ao todo, 14 das 33 unidades prisionais potiguares foram alvos de motins desde a semana passada. Até o início da noite desta terça, uma rebelião na Cadeia Pública de Caraúbas ainda estava em andamento. O G1 também tentou contato com a direção da Cadeia Pública de Nova Cruz, mas até as 21h não confirmou o término da rebelião. Além dos presídios, um motim está em andamento no Centro Educacional de Caicó, na região Seridó, onde dois socioeducadores são mantidos reféns por 25 menores infratores.

Onda de rebeliões

A onda de rebeliões que acontece no sistema penitenciário potiguar começou na última quarta-feira (11). Na Zona Norte de Natal, quatro unidades registraram rebeliões: Centro de Detenção Provisória de Potengi, Complexo Prisional João Chaves, Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato e Centro de Detenção Provisória da Zona Norte (CDP).
Também aconteceram revoltas no Centro de Detenção Provisória da Ribeira, na Zona Leste de Natal; na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta; no Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, também em Nísia Floresta; e na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), em Parnamirim.
No interior foram registradas revoltas na Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró; na Cadeia Pública de Mossoró; no Centro de Detenção Provisória de São Paulo do Potengi, na região Agreste; e na Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, em Caicó. Até às 21h desta terça estavam em andamento rebeliões nas cadeias públicas de Caraúbas e Nova Cruz.

Reinvidicações

Uma TV e um ventilador em cada uma das celas, roupas e tênis para jogar bola na quadra e material de artesanato estão entre as reivindicações dos detentos do presídio estadual Rogério Coutinho, em Nísia Floresta, na Grande Natal. 
Os pedidos dos presos, que fazem uma série de rebeliões desde a semana passada, estão em uma carta obtida com exclusividade pelo G1.
Além da carta, detentos gravaram vídeos em que fazem uma série de exigências, como a saída da diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Dinorá Simas (veja abaixo). Esta é a maior unidade prisional do estado e apontada como foco do início das rebeliões.
A situação levou à exoneração do secretário estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), Zaidem Heronildes da Silva Filho, e o governo decretou situação de calamidade no sistema prisional.
A Secretaria de Segurança Pública afirma que "não vai negociar com preso".
Segundo o Ministério Público, a população carcerária no Rio Grande do Norte é de aproximadamente 7.650 pessoas, mas o Estado tem cerca de 4 mil vagas.
Em entrevista à Inter TV Cabugi, a secretária de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, Kalina Leite Gonçalves, afirmou que não vai negociar com os presos. "O que o poder público tem que fazer é garantir os direitos constitucionais. Agora, nenhuma possibilidade de negociação com preso", disse ela.

FONTE: G1 RN
DETENTOS DO C.D.P DE APODI PEDEM PAZ EM ORAÇÃO PARA A PROBLEMÁTICA DO SISTEMA PENITENCIÁRIO DO RN  




Enquanto a maioria das unidades prisionais do Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte estão em rebelião, os internos do Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), vem se unem em oração pedindo paz para as cadeias do estado.
O culto contou com a presença do pastor da Igreja Batista, Weligton e do cantor evangélico Jose Wantuil Carneiro, que falou aos 60 detentos da unidade sobre a palavra de Deus. Wantuil já cumpriu pena nas principais unidades prisionais do RN. Hoje é evangélico.
O Centro de Detenção Provisória de Apodi existe a cerca de cinco anos, tem sido modelo no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, lá os apenados participam de aulas, cultos, palestras educativas com variados temas. Atualmente a unidade esta custodiando mais de 60 detentos que cumprem pena nos regimes fechado e semiaberto. Os apenados são dos municípios de Severiano Melo, Itaú, Rodolfo Fernandes, Felipe Guerra e Apodi.
O trabalho do CDP Apodi ganhou destaque ao ponto do presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania do Rio Grande do Norte, Marcos Dionísio Medeiros, elogiar o trabalho de ressocialização realizado no estabelecimento penitenciário.
O trabalho dos agentes penitenciários de Apodi tem recebido o total apoio do Judiciário e do Ministério Público, através da juíza Kátia Guedes Dias e do promotor, Silvio Brito. Ambos têm acompanhado de perto o trabalho de ressocialização dos apenados na unidade prisional.
O PROGRAMA MAIS ITINERANTE DO RÁDIO OESTANO ESTÁ DE VOLTA NO BAR DO TETEU EM FELIPE GUERRA





A Caravana do CLUBE DO BREGA está de volta no BAR DO TETEU em Felipe Guerra. 

Todos os Bregueiros (A) estão Convidados!
FASE 3 DO MINHA CASA, MINHA VIDA TERÁ MAIS UMA FAIXA DE FINANCIAMENTO 




O Programa Minha Casa, Minha Vida será aperfeiçoado na sua terceira fase, prevista para ser lançada até o fim de 2015, disse o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, após reunião com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, a presidenta da Caixa Econômica, Miriam Belchior, e representantes da indústria da construção civil.
De acordo com o ministro, o programa vai ampliar o alcance de beneficiários com uma nova modalidade de financiamento, que está sendo chamada de Faixa 1 com FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Ela vai combinar os incentivos da faixa dos beneficiários com renda até R$ 1.600 com os que estão na faixa entre R$ 1.600,01 e R$ 3.275.
“O programa continua, vai ser aperfeiçoado, e vai ter uma nova modalidade, que estamos chamando de Faixa 1 com FGTS, combinando os incentivos da Faixa 1 com os incentivos da Faixa 2, para aumentar o público que tem acesso a esse programa”, disse o ministro. “Também está em estudo, no caso de financiamento, o trabalhador ou beneficiário poder usar as cotas dos recursos do FGTS como parte do pagamento”, acrescentou.
Já o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins, explicou que um beneficiário que recebe R$ 1.600 de salário, enquadrando-se na Faixa 1 do programa, paga 5% (R$ 80) de mensalidade. Já quem ganha R$ 1.600,01 paga R$ 400, que representa 25% de sua renda. “É lógico que temos de criar um produto intermediário. O que está sendo proposto é que parte dele seja assumido como se fosse um financiamento por parte do FGTS”, disse Martins, acrescentando que foram criados grupos de trabalho para avaliar as mudanças e a transição da fase 2 para a fase 3 do Minha Casa, Minha Vida.
O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, destacou que a meta é contratar, até o fim de 2018, a construção de 3 milhões de moradias na fase 3 do programa, chegando a um total de 6,75 milhões de unidades nas três fases. “Isso significa atender 25 milhões de pessoas”. Segundo o ministro das Cidades, o Minha Casa, Minha Vida é uma prioridade da presidenta Dilma Rousseff e a reunião desta segunda-feira tratou do início da última fase de formatação do programa, que será concluída com a definição, pelo Ministério do Planejamento, do cronograma de execução.
“Não se questiona a meta. A meta será atingida: 3 milhões [de moradias]. O que será definido pelo [Ministério do] Planejamento é o cronograma”, disse Kassab. “Assim como aconteceu na primeira fase, que o programa foi um dos principais vetores de retomada do crescimento do Brasil, o Minha Casa, Minha Vida 3 cumprirá o mesmo papel. Servirá para alavancar nossa economia e gerar emprego, mesmo com ajuste fiscal”.
O presidente da Cbic ponderou que, apesar das incertezas no cenário econômico e político e da necessidade e uma transição entre as fases 2 e 3 do Minha Casa, Minha Vida, o setor está preparado para fazer seu papel. “O programa é prioritário pelos efeitos que ele tem no aspecto econômico e social. Pode ser que não contrate hoje. Nenhum de nós tem noção do que o Brasil vive hoje no ajuste fiscal, mas houve o compromisso de que 3 milhões de unidades serão feitas nesses quatro anos”.
O ministro Nelson Barbosa informou ainda que o governo está discutindo com o setor da construção a melhor maneira de desenvolver o programa dentro do cenário atual de ajuste fiscal. “Temos que priorizar e usar bem o espaço fiscal limitado que temos para ampliar o impacto desse programa”, disse. “Nossa expectativa é lançar a fase 3 ao longo deste ano e ir crescendo ao longo dos próximos anos, mantendo sempre aquela meta de alcançar a contratação de 3 milhões de unidades”.

FONTE: NoMinuto.com via Agência Brasil
SUS INCORPORA NOVO MEDICAMENTO CONTRA O HIV




O Ministério da Saúde decidiu incorporar o medicamento darunavir 600mg – comprimidos revestidos como terapia antirretroviral oferecida para adultos com HIV, em tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria foi publicada hoje (17) no Diário Oficial da União.
O coeficiente de mortalidade por AIDS caiu 13% nos últimos dez anos, passando de 6,4 mortes para cada 100 mil habitantes, em 2003, para 5,7 mortes, em 2013. A faixa onde a epidemia mais cresceu foi entre jovens de 15 a 24 anos.
No ano passado, a pasta incorporou novas formulações para pacientes com AIDS, como o ritonavir 100 mg na apresentação termoestável e o tenofovir 300 mg composto com a lamivudina 300 mg em um único comprimido, o chamado dois em um.
Dados do governo indicam que, entre 2005 e 2013, o total de brasileiros com acesso ao tratamento antirretroviral mais que dobrou, passando de 165 mil para 400 mil. Atualmente, o SUS oferece 22 medicamentos para pacientes soropositivos. Desse total, 12 são produzidos no Brasil.
Desde os anos 1980, foram notificados 757 mil casos de AIDS no Brasil. A epidemia no país é considerada estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos para cada 100 mil habitantes, o que representa cerca de 39 mil novos casos da doença todos os anos.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL
UNIDADES PRISIONAIS DE MOSSORÓ, CAICÓ, SÃO PAULO DO POTENGI E NÍSIA FLORESTA FORAM ALVOS DE DEPREDAÇÕES PELOS DETENTOS




Nesta terça-feira (17/03), quatro presos ficaram feridos e as celas de um pavilhão foram destruídas durante um motim na Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O vice-diretor do presídio, José Fernandes, informou que os homens foram feridos pelos próprios detentos da unidade. "Fizeram eles reféns, os espancaram e furaram com facas também", afirma.
Os presos espancados foram atendidos por ambulâncias e levados para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Nenhum deles corre risco de morte, segundo o vice-diretor do presídio. A rebelião aconteceu no pavilhão 3, onde cerca de 200 homens estão encarcerados. "As celas foram destruídas, mas já iniciamos o conserto. Nos dois outros pavilhões está tudo normal", conclui.
Sobre o motivo da rebelião, o vice-diretor conta que os presos não falaram nada. "Sabemos que a ordem partiu de Natal, mas ninguém quis falar nada. Não fizeram nenhuma reivindicação", explica José Fernandes. A rebelião teve início às 11h30 e terminou cerca de uma hora depois.
Além da Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, presos também se amotinaram no Centro de Detenção Provisória de São Paulo do Potengi, na região Agreste; na Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, em Caicó; e no Presídio Rogério Coutinho Madruga, em Nísia Floresta. 
Ao todo, onze unidades já foram alvos de rebeliões e depredações causadas por detentos.
Segundo direção da unidade, Pereirão teve todas as grades arrancadas das celas (Foto: Alex Alexandre/G1)

Reinvidicações

Uma TV e um ventilador em cada uma das celas, roupas e tênis para jogar bola na quadra e material de artesanato estão entre as reivindicações dos detentos do presídio estadual Rogério Coutinho, em Nísia Floresta, na Grande Natal. Os pedidos dos presos, que fazem uma série de rebeliões desde a semana passada, estão em uma carta obtida com exclusividade pelo G1.
Além da carta, detentos gravaram vídeos em que fazem uma série de exigências, como a saída da diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Dinorá Simas (veja abaixo). Esta é a maior unidade prisional do estado e apontada como foco do início das rebeliões.
A situação levou à exoneração do secretário estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), Zaidem Heronildes da Silva Filho, e o governo decretou situação de calamidade no sistema prisional.
A Secretaria de Segurança Pública afirma que "não vai negociar com preso". Segundo o Ministério Público, a população carcerária no Rio Grande do Norte é de aproximadamente 7.650 pessoas, mas o Estado tem cerca de 4 mil vagas.
Em entrevista à Inter TV Cabugi, a secretária de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, Kalina Leite Gonçalves, afirmou que não vai negociar com os presos. "O que o poder público tem que fazer é garantir os direitos constitucionais. Agora, nenhuma possibilidade de negociação com preso", disse ela.

Força Nacional

Homens da Força Nacional chegaram a Natal em um Hércules da FAB (Foto: Georgia Câmara)
Força Nacional chegaram a Natal em um Hércules da FAB (Foto: Georgia Câmara/PM)
O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, falou pela primeira vez sobre a onda de ataques a ônibus e motins ocorridos nas penitenciárias do estado. Em entrevista coletiva na manhã desta terça, ele destacou o apoio recebido do governo federal, como o envio de homens da Força Nacional, e afirmou que, se necessário, haverá uso das Forças Armadas. Setenta e nove homens já desembarcaram em Natal para reforçar a segurança nas unidades prisionais.
A previsão, segundo a Secretaria de Segurança Pública, é que a tropa chegue a 200 militares ainda nesta semana. Contudo, há um acordo para que até 300 homens da Força Nacional atuem no Rio Grande do Norte. O pedido de reforço foi feito pelo governador Robinson Farias ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Calamidade

"O governo decretou estado de calamidade do sistema penitenciário. Isso significa que vamos trabalhar para a recuperação das instalações do sistema carcerário para poder atender as demandas dos apenados. Mas o governo não vai fazer nenhum tipo de concessão. Que fique bem clara a nossa posição. Vamos garantir os direitos dos apenados, mas sem fazer nenhum tipo de concessão ou barganha que venha a mudar a autoridade do governo de enfrentar a situação", afirmou o governador.

FONTE: G1 RN.

segunda-feira, 16 de março de 2015

MINISTRO DA JUSTIÇA CONFIRMA PRESENÇA DA FORÇA NACIONAL NO RN




O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, confirmou a presença da Força Nacional no Rio Grande do Norte para ajudar a restabelecer a normalidade do sistema prisional do estado. 
Solicitação foi feita hoje pelo governador Robinson Faria (PSD). O Diário Oficial desta terça-feira (17) traz a publicação do decreto nº 25.017 que declara a situação de calamidade do sistema prisional do estado. Com a decisão, medidas de emergência serão adotadas como forma de restabelecer a normalidade do sistema no Rio Grande do Norte.
A redação apresenta ainda a criação de uma força tarefa para adotar e executar medidas urgentes como construção, restauração das unidades parcialmente destruídas, reformas, adequações e ampliações com objetivo de criação de novas vagas.

FONTE: NoMinuto.com

A MELHOR FESTA DE DOMINGO DE PÁSCOA ACONTECE NO BALNEÁRIO BEIRA RIO EM FELIPE GUERRA





Vai Ser Lotação!
HOMEM MORRE VÍTIMA DE AFOGAMENTO NAS ÁGUAS DO RIO MOSSORÓ NA BARRAGEM DE PASSAGEM DE PEDRAS 




Pescadores e amigos encontraram e retiraram das águas o corpo de um rapaz conhecido apenas como “Afrânio” de aproximadamente 30 anos de idade residente no Loteamento Três Vinténs em Mossoró.
Segundo informações, ele teria ido ao local tomar banho acompanhado de amigos e durante um mergulho, desapareceu nas águas do Rio do Mossoró, na conhecida barragem de Passagem de Pedras. Os amigos informaram que ele não sabia nadar e mesmo assim teria se aventurado nas águas.
No local não foi possível identificar as causas da sua morte, mas o Perito Criminal acredita mesmo em morte por afogamento. 
O corpo foi removido para os procedimentos de necropsia na sede Regional da Unidade do Instituto Técnico e Cientifico de Policia Itep em Mossoró.
CURTO CIRCUITO DEIXA H.R.T.M SEM ENERGIA E PROVOCA MUITA CORRERIA E DESESPERO 




Segundo informações, durante a chuva na tarde de Ontem dia 15 de Março, houve uma queda de energia e quando o Gerador foi acionado, um disjuntor pegou fogo, causando explosões e muitas faíscas na rede elétrica, deixando parte do hospital sem energia, principalmente a Unidade de Terapia Intensiva, “UTI” que estava com sua capacidade máxima. 
O principio de incêndio foi controlado pela brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros. Aparentemente o fogo não causou danos na estrutura física do Hospital.
Alguns pacientes menos graves, foram transferidos para outros setores na própria unidade. Os mais graves os de UTI, que necessitam de respiradores, as equipes de plantão passaram a realizar os procedimentos de forma manual, aguardando o auxilio dos profissionais do Samu, para removê-los para outras unidades de saúde da cidade.
Pacientes mais graves, entre 07 e 09 ao todo, foram transferidos para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Oncologia, antiga Santa Luzia, Hospital Wilson Rosado e para o Hospital da Mulher. Alguns menos graves foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Belo Horizonte.
Por volta de 19 horas, já com a energia na rede elétrica, os técnicos conseguiram reparar o dano causado no disjuntor e mesmo de forma irregular a situação da energia no hospital foi normalizada. Segundo informações, um empresario que preferiu não se identificar, fez a doação de um novo gerador de energia que deverá ser instalado de forma imediata, no lugar do gerador causador do problema.
Uma nota positiva: Para a direção do Samu, na pessoa do seu diretor, Dr José Giuliano, que conseguiu reunir em pouco tempo todas as equipes possíveis para fazer o atendimento e remoção dos pacientes.
Uma nota negativa: Para a direção do hospital, que se quer teve o trabalho de informar a imprensa de Mossoró e Região o que teria acontecido e as possíveis providencias. Mesmo depois de uma aparente solução, Ele, o diretor, mandou o assessor de comunicação de o órgão dizer que na manhã de segunda feira, 16, falaria com a imprensa local.

FONTE: O Câmera