segunda-feira, 27 de março de 2017

SABADÃO TEM BREGÃO LOTAÇÃO DUPLO EM FELIPE GUERRA




#BregãoDuploemFelipeGuerra


Alô Família Bregueira! Neste Sábado Primeiro de Abril (01 de Abril) o Programa Clube do Brega o mais Itinerante do Rádio está de Volta á Felipe Guerra.
O Nosso Bregão Lotação acontece em Caráter Duplo Direto do BAR DO JAÍLSON na Av. Mira Selva e Você é o Nosso Convidado Especial para Curtir o Nosso Bregão das 14h00min ás 21h00min.


O Clube do Brega tem a Transmissão da Rádio Vale do Apodi até ás 18:00 horas ao Vivo pela Frequência 1030 KHZ.
Convide a Galera e Venha Participar e Curtir a Nossa Caravana do Clube do Brega ao Vivo de Volta com Duplo Programa Direto do BAR DO JAÍLSON na Av. Mira Selva Cidade Alta de Felipe Guerra.




UM SENADOR E DOIS DEPUTADOS FEDERAIS DO RN SÃO CITADOS EM DELAÇÕES PREMIADAS




Um senador da República e dois deputados federais do Rio Grande do Norte foram citados em delações premiadas celebradas entre o Ministério Público Federal, o Ministério Público potiguar, o ex-diretor administrativo do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) e uma professora universitária. As citações são relativas ao esquema de desvios dentro do Idema que resultou na deflagração da operação Candeeiro, em setembro de 2015. As delações, que ainda estão sob sigilo, foram homologadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux em 3 de março passado. O G1 teve acesso ao documento.
Com a homologação por parte do Supremo Tribunal Federal, as delações passam a servir como base para novos pedidos de inquérito e investigações das Operações Dama de Espadas e Candeeiro. A partir de agora, os autos dos processos resultantes das duas ações seguem para o STF.


A novidade na homologação de Luiz Fux é o surgimento de uma outra delação premiada. Ela foi celebrada com a professora universitária Vilma Rejane Maciel de Sousa, que trabalha no setor de licenciamento ambiental da Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar (Fundep).
Em novembro passado, o advogado e ex-diretor administrativo do Idema Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra assinou termo de colaboração premiada se comprometendo a delatar outras pessoas envolvidas em fraudes ocorridas no próprio Idema e na Assembleia Legislativa, inclusive "políticos que tenham praticado ilícitos".
Luiz Fux lembra, no documento, que a Operação Candeeiro investigou “esquema de corrupção desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no âmbito do Idema”. O texto da homologação não traz os políticos citados por Gutson Reinaldo e Vilma Rejane nas delações, mas o ministro esclarece que “em face da menção dos colaboradores ao envolvimento de parlamentares federais, especificamente dois deputados federais e um senador, nos fatos delituosos, configura-se a competência do Supremo Tribunal Federal para a homologação dos acordos”.
O ministro ressalta que os termos de acordo de colaboração premiada homologados foram conduzidos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e que as delações se baseiam na Lei 12.850/2013, que define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal.
A novidade na homologação de Luiz Fux é o surgimento de uma outra delação premiada. Ela foi celebrada com a professora universitária Vilma Rejane Maciel de Sousa, que trabalha no setor de licenciamento ambiental da Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar (Fundep).
Em novembro passado, o advogado e ex-diretor administrativo do Idema Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra assinou termo de colaboração premiada se comprometendo a delatar outras pessoas envolvidas em fraudes ocorridas no próprio Idema e na Assembleia Legislativa, inclusive "políticos que tenham praticado ilícitos".
Luiz Fux lembra, no documento, que a Operação Candeeiro investigou “esquema de corrupção desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no âmbito do Idema”. O texto da homologação não traz os políticos citados por Gutson Reinaldo e Vilma Rejane nas delações, mas o ministro esclarece que “em face da menção dos colaboradores ao envolvimento de parlamentares federais, especificamente dois deputados federais e um senador, nos fatos delituosos, configura-se a competência do Supremo Tribunal Federal para a homologação dos acordos”.
O ministro ressalta que os termos de acordo de colaboração premiada homologados foram conduzidos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e que as delações se baseiam na Lei 12.850/2013, que define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal.
Gutson
Em dezembro passado, o G1 antecipou que Gutson Reinaldo havia assinado a delação premiada. No acordo, Gutson se compromete a devolver R$ 350 mil e quatro imóveis que, segundo ele, foram adquiridos com dinheiro proveniente de desvios e que ainda não tinham sido identificados pelo MP na investigação que culminou na deflagração da Operação Candeeiro. Desde o dia 20 de dezembro, ele cumpre prisão domiciliar, o que foi acordado entre as partes.
Em 25 de abril do ano passado, Gutson, que era apontado como o cabeça do esquema de desvios no Idema, foi condenado a 17 anos e um mês de reclusão em regime fechado pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa, além de ter que restituir R$ 13.790.100,60 aos cofres públicos. Ele foi condenado ainda a perda de 17 bens que inclui uma casa na praia de Cotovelo, apartamentos em prédios no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, e uma casa no condomínio Bosque das Palmeiras, em Parnamirim. Outras dez pessoas também foram condenadas nesse processo, que já tem uma deleção premiada homologada: a de Clebson José Bezerril, ex-diretor financeiro do Idema.
No acordo, o ex-diretor administrativo do Idema se compromete a identificar - “sem malícia ou reservas mentais”, conforme trecho do documento, os "autores, coautores e partícipes das diversas organizações criminosas" que tenham envolvimento com desvios de dinheiro público. Gutson decidiu revelar a "estrutura hierárquica e a divisão de tarefas" nos esquemas. Para isso, forneceu documentos e outras provas materiais.
As operações Dama de Espadas e Candeeiro foram deflagradas pelo MP em 2015. Segundo os promotores de Justiça, a primeira apurou desvios de R$ 5,5 milhões da Assembleia Legislativa potiguar. Em relação à Candeeiro, um relatório elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e divulgado em outubro passado aponta que foram desviados R$ 34.943.970,95 do Idema entre os anos de 2011 e 2015.
Ainda não se sabe quem Gutson Reinaldo citou, mas a expectativa é que a delação faça a intersecção entre as duas operações. A Dama de Espadas prendeu a mãe de Gutson, a ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa Rita das Mercês Reinaldo, em 20 de agosto do ano passado – 14 dias antes da prisão do filho. De acordo com os promotores, os dois esquemas fraudulentos, separadamente, eram operados por mãe e filho.
Candeeiro
Cinco pessoas foram presas na operação Candeeiro, deflagrada pelo Ministério Público Estadual em 2 de setembro de 2015. Um deles foi Gutson Reinaldo, filho da ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa do RN, Rita das Mercês. Segundo o MP, Gutson era o principal responsável pelo esquema. Já houve condenações em primeira instância sobre esse caso.
Os demais presos da operação Candeeiro foram Clebson Bezerril, João Eduardo de Oliveira Soares, Renato Bezerra de Medeiros e Antônio Tavares Neto.
O ex-diretor financeiro do Idema Clebson José Bezerril - que firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Estadual - foi condenado por peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa e terá que restituir R$ 4.510.136,63 aos cofres públicos. A pena dele seria de 15 anos e 9 meses de reclusão, mas, por causa da delação, a pena foi reduzida para 9 anos e 5 meses de reclusão em regime fechado.
De acordo com o Ministério Público, o dinheiro desviado do Idema foi usado para comprar apartamentos de luxo, construir uma academia de alto padrão e reformar a loja de uma equipadora de veículos, entre outras coisas.
Dama de Espadas
A operação Dama de Espadas foi deflagrada em 20 de agosto de 2015. De acordo com o MP, os desvios dos cofres da AL podem passar de R$ 5,5 milhões. Ainda segundo informações do Ministério Público, a associação criminosa era composta por servidores públicos do órgão com o auxílio de um gerente do banco Santander. Eles utilizavam "cheques salários" como forma de desviar recursos em benefício próprio ou de terceiros. Os cheques eram sacados, em sua maioria, pelos investigados ou por terceiros não beneficiários, com irregularidade na cadeia de endossos ou com referência a procurações, muitas vezes inexistentes.
A então procuradora-geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês, e a assessora direta dela, Ana Paula Macedo Moura, foram presas durante a operação, mas foram libertadas por força de um habeas corpus três dias depois. Atualmente, ambas estão soltas.
No início de novembro, o G1 noticiou que o Tribunal de Justiça do RN terá que decidir se as investigações contra deputados estaduais potiguares com "fortes indícios de envolvimento delitivo" irão transcorrer em 1ª ou em 2ª instância. A determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. Os nomes dos deputados Ricardo Motta, Álvaro Dias e Getúlio Rego constam no despacho de Fachin, que foi assinado em 22 de setembro passado. Os deputados negam envolvimento com fraudes.

FONTE: Fred Carvalho | Do G1 RN




POLÍCIA MILITAR PRENDE DUPLA COM ARMA DE FOGO E MOTO ROUBADA EM APODI/RN




Na tarde desta Segunda feira dia 27/03, numa ação rápida da Policia Militar da cidade de Apodi conseguiu interceptar e prender dois elementos armado e recuperar uma motocicleta roubada, a prisão aconteceu na BR-405 na altura da comunidade de Malhada, município de Severiano Melo.


A guarnição da Rádio Patrulha composta pelo Sgt. Ivanildo e o Sd. Tulio, juntamente com o GTO de Apodi, receberam a informação de que havia uma dupla numa motocicleta do tipo Honda CB300 em atitude suspeita rodeando a agência dos correios da cidade de Itaú-RN, e após perceberem a presença da PM local, saíram da cidade pela BR-405 sentido Apodi.


De imediato viaturas da Rádio Patrulha e GTO de Apodi deram início as diligências na tentativa de se deparar com os elementos, conseguiu obter êxito nas proximidades de Malhada, foi feito a abordagem e apreendido um revolver cal.38 e ao ser verificado junto ao sistema a motocicleta de placa NOB-7663 era roubada.
A dupla identificada como José Jorge Ribeiro do Nascimento Filho, natural de João Pessoa-PB, mas residente em Mossoró, portava a arma; O mesmo é suspeito de vários assaltos, homicídio e tentativa de homicídio, e Marcondes Raniere Maciel, que pilotava a moto, também investigado por vários assaltos inclusive a correios.


Os suspeitos foram conduzidos a delegacia de policia civil de Apodi apresentados ao delegado Renato Oliveira, para a realização dos procedimentos cabíveis.

FONTE: Sentinelas do Apodi




domingo, 26 de março de 2017

SELEÇÃO SUB - 15 DE FUTSAL CARAUBENSE É CAMPEÃ DA COPA OESTE 




Na manhã deste domingo 26, a Seleção sub-15 de Futsal de Caraúbas, foi campeã da Primeira Copa Oeste, após derrotar por 4 X 0, a equipe de Rodolfo Fernandes.  A partida foi disputada no Ginásio poliesportivo Genilson Almeida, na cidade de Felipe Guerra, onde aconteceu o certame.


De acordo com o coordenador de esportes de Caraúbas, Carlos Alves, o time da nossa cidade jogou uma partida dígna de campeão e em nenhum momento demonstrou insegurança, sendo superior em todos os requisitos, em relação ao seu adversário.
"Nossa equipe jogou para vencer, se mostrando superior ao seu oponente, tanto é que ganhamos com folga pelo placar de 4 X 0", disse Carlos Alves.
A Primeira Copa Oeste de Futsal sub-15, foi organizada pelo município de Felipe Guerra, com o apoio das prefeituras da região.

FONTE: ICém Caraúbas 




DOIS ACIDENTES DE TRANSITO SENDO UM COM VÍTIMA FATAL É REGISTRADO NESTE SÁBADO 25 NO MUNICÍPIO DE JOSÉ DA PENHA/RN 




1º - Na tarde de ontem (25), por volta das 17h00min, aconteceu um acidente de trânsito na BR 405, próximo a Vila Major Felipe, em José da Penha.
A colisão aconteceu entre um Fiat Uno e um caminhão vermelho. Com a batida, o Fiat uno foi arremessado para fora da pista e ficou bastante danificado. Já o caminhão, danificou parte da frente do lado direito e o caminhoneiro não sofreu nenhuma lesão grave.


O condutor do Fiat uno foi identificado como Bruno e sofreu lesões corporais pelo corpo. Bruno foi socorrido pela ambulância de José da Penha para o hospital regional de Pau dos Ferros e segundo as informações, não oficiais, ele não corre risco de morte.

Observação: Os Dois Acidentes Aconteceram no Mesmo Local.

2º - Na noite de ontem (25), por volta das 23h00min, aconteceu um acidente de trânsito na BR 405, nas proximidades da Vila Major Felipe, zona rural de José da Penha, com vítima fatal.


O motociclista identificado como ANTÔNIO ERITÂNIO, 38 anos, pilotava sua moto no sentido José da Penha - Paraná, quando veio a colidir na traseira do caminhão que havia se envolvido mais cedo num acidente no mesmo local.
O caminhão durante a tarde tinha batido num fiat uno e como teve o seu eixo quebrado, ficou parado na via obstruindo a passagem de outros veículos.


ERITÂNIO não viu e bateu em cheio na traseira do caminhão, vindo a cair sem vida no local. A vítima residia em Caiçara e era servidor público municipal da prefeitura de Pau dos Ferros.
O ITEP foi acionado pela Polícia Militar para remover o corpo para a sua sede em Mossoró, e após necropsia será entregue aos familiares para realização do sepultamento.

FONTE: Grupo Cidadão 190




FORÇA TÁTICA PRENDE JOVEM COM ARMA E DROGAS EM MOSSORÓ/RN




Durante patrulhamento de rotina, na tarde deste domingo (26), policiais militares da Força Tática do 2º BPM prenderam Kalielson Alves Nogueira, 23 anos, sob a acusação de tráfico de drogas no Parque das Rosas do Santa Delmira, zona oeste de Mossoró. 


O acusado foi preso num imóvel com uma espingarda calibre 12, doze munições, 58 pedras de crack, 16 trouxinhas de maconha e dinheiro fracionado.


A prisão é resultado de um trabalho rotineiro de militares da Força Tática, os quais diuturnamente realizam abordagens em pessoas suspeitas em locais conhecidos pela comercialização de entorpecentes no município. 


O acusado foi apresentado na Delegacia de Plantão de Mossoró e, após autuado, foi encaminhado para unidade do Sistema Penitenciário Estadual para aguardar parecer da justiça.

FONTE: Comunicação 2ºBPM




SAMU COMEMORA 12 ANOS DE ATUAÇÃO EM MOSSORÓ/RN




O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) comemorou nesta sexta (24) 12 anos de atuação em Mossoró. Os serviços foram iniciados em 3 de março de 2005, em veículos especializados, que atendem 24 horas através do 192. Para celebrar a data foi realizado um ato ecumênico na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE-RN).


O Serviço Móvel chegou a Mossoró com apenas duas ambulâncias, sendo uma de suporte básico e outra avançado. Hoje são cinco, sendo duas Alfas e três Bravos, distribuídos estrategicamente. “Salvar vidas é o motivo pelo qual estamos aqui”, disse o diretor local do Samu, Dickson Fradique.
O secretário de Saúde, Benjamin Bento, destacou que do início até aqui foram muitos desafios. “Hoje o Samu conta com um investimento público que ultrapassa em 150% o investimento do Ministério da Saúde”, afirmou.


A prefeita Rosalba Ciarlini destacou a importância do registro da data e da atuação da equipe comprometida. “Eleita em 1988 pela primeira vez, já havia a preocupação de minha parte para com o atendimento de urgência, então criamos a Central de Ambulâncias em Mossoró”. Hoje fico satisfeita em saber que Temos o Samu. 




"A LONGA NOITE NO INFERNO DE ALCAÇUZ" ESSA É A REPORTAGEM DESTE DOMINGO COM ROBERTO CABRINI 




O jornalista Roberto Cabrini passou uma noite em uma das celas do pavilhão quatro da penitenciária Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. O apresentador do ‘Conexão Repórter’ viveu a experiência para reportar no documentário ‘A longa noite no inferno de Alcaçuz’ os segredos do presídio onde ocorreu o massacre de janeiro, que matou 26 pessoas. Cabrini é o primeiro jornalista ter acesso ao espaço onde ficam os detentos.


O documentário gravado por Cabrini vai ao ar neste domingo, 26. Para gravar o material, o jornalista passou uma semana investigando a situação do presídio e registrando os bastidores da guerra entre as facções. O apresentador entrevistou líderes das organizações criminosas, presos, mulheres que perderam maridos e filhos decapitados e o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino.


‘A longa noite no inferno de Alcaçuz’ revela ainda corredores sombrios, túneis cavados e esconderijos onde se ocultavam armas de fogo e valas onde ficavam homens executados. O ‘Conexão Repórter’ vai ao ar aos domingos, logo após o ‘Programa Silvio Santos’.

FONTE: Robson Pires




JUSTIÇA E SEJUC CONFIRMAM RELATOS DE QUE PRESOS SEDEM MULHERES PARA PAGAR DÍVIDAS COM SEXO




O juiz de Execuções Penais de Natal, Henrique Baltazar Vilar dos Santos, revelou ao portalnoar.com.br um problema desumano que pode estar acontecendo nos presídios potiguares. Mulheres estariam pagando com sexo pelas dívidas de seus parceiros na prisão.
“Existem essas histórias de que mulheres dos presos estão se prestando a serviços sexuais para quitar o que seus parceiros devem. É algo que não tenho como comprovar, mas ouço relatos”, relatou o juiz.


Esta prática estaria ocorrendo dentro das unidades prisionais. Conforme o depoimento de Henrique Baltazar, o crime acontece durante as visitas íntimas nas prisões. As mulheres, conscientes da ‘obrigação’ imposta para que as vidas (dela e de seu parceiro) sejam preservadas, procuram os ‘credores’ em lugar de seus parceiros, que deveriam recebê-las.
“Eu até já comentei isso, anos atrás, e alguns presos ficaram chateados. Mas tem que ficar claro que isso não acontece com todos, mas que em algum caso ou outro, isso pode acontecer”, afirmou o magistrado.
Procurado, o secretário estadual de Justiça, Wallber Virgolino, confirma que também ouviu relatos sobre estes casos.
“Se ocorre, dificilmente vai se confirmar. A mulher não denunciaria com medo de morrer. Eu já ouvi conversas sobre isso. Mas aqui na Sejuc (Secretaria de Justiça) não se tem registros de casos”, contou Virgolino.
De fato, de acordo com as informações colhidas pela reportagem junto à Polícia Militar, não há boletins de ocorrências de casos como esses. Isso comprova que, se existe o crime não é denunciado.

Como combater

O juiz Henrique Baltazar culpa o Estado. “Deveriam ter mecanismos para evitar isso. A visita íntima é feita dentro dos pavilhões. As visitas deveriam ser organizadas. Só deveriam ter acesso livre nestes momentos quem realmente tem visitas”.
Para Wallber Virgolino, evitar este tipo de crime, “se ele realmente existir, é algo difícil”.
“Num presídio federal existem o que chamamos de motéis, que são salas específicas para isso (visitas íntimas). Mas aqui no Estado não temos essa estrutura. É até algo longe de nossa realidade. Câmera a gente não pode botar numa visita íntima, evidentemente”, pontuou o secretário.

FONTE: Portal no Ar




RN SERÁ BENEFICIADO PELAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO DE DUAS MANEIRAS 




O Rio Grande do Norte será beneficiado pelas águas do São Francisco de duas maneiras. Na primeira delas é com a perenização do rio Piranhas/Açu. Pelo projeto, que abrange o eixo Leste, as águas do rio, que nascem na Serra do Piancó, na Paraíba, devem ser represadas pela barragem de Oiticica antes que elas desemboquem na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório do estado.


A outra forma da água chegar ao estado será com a construção um sistema denominado Ramal Apodi, uma etapa da obra que faz parte do chamado Eixo Norte da transposição. Por este ramal, as águas deverão correr por canais, túneis, aquedutos e barragens, totalizando 115,5 quilômetros de extensão.
Em solo potiguar, as obras da transposição afetarão famílias em Luís Gomes, Major Sales e José da Penha, por onde o ramal passará até chegar ao açude público de Pau dos Ferros, de onde as águas partirão até Angicos, já na região Central do estado. Ao final do percurso, 44 municípios devem ser beneficiados.